EVOLUCIONISMO

Especiação simpátrica - Rela-cinzenta-americana

A poliploidia é um fenómeno ocasional em que, num hibrído estéril, ocorre a duplicação dos seus cromossomas devido a uma não disjunção durante uma mitose ou uma meiose. Com a duplicação cromossómica, o hibrído passa a ter os dois conjuntos de cromossomas, herdados dos progenitores, em pares de homólogos com consequente produção de gâmetas através de meioses normais. Estes indivíduos possuem, então, um património genético próprio, isolando-os reprodutivamente dos seus antecessores. Comum nas plantas mas rara nos animais, a poliploidia apresenta maiores taxa de ocorrência nos anfíbios em relação a outros vertebrados. A espécie tetraplóide Hyla versicolor (2n=48) resultou de mutações por poliploidia em populações de Rela-cinzenta-americana, Hyla shrysocelis (2n=24). Os indíviduos destas duas espécies apenas se distiguem, no campo, pelas vocalizações e, no laboratório, pelos cariótipos.



 

© CienTIC - José Salsa, 2003 - optimizado para 1024 x 768